sexta-feira, 17 de novembro de 2017

Olha a ponte!

Antes de falar do tema do post de hoje, peço licença a todos os amigos seguidores para lamentar (e informar aos amigos que ainda não estão sabendo) o falecimento de Og Pozzoli, um dos primeiros colecionadores de carros clássicos realmente reconhecidos no país e que era detentor de um grande conhecimento acerca do universo do antigomobilismo. Infelizmente grandes pessoas como essas também tem sua hora para partir e nós sempre teremos a certeza de que foi cedo demais e que todas elas poderiam ter convivido um pouco mais conosco. Que Pozzoli esteja em um bom lugar na mais plena paz. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Bom, agora sim vamos falar um pouco do que tenho a trazer a vocês no post de hoje. A vida da gente, como sabemos, é feita de grandes altos e baixos. Existem momentos nela que nos sentimos muito bem com tudo o que acontece conosco, e em outras ocasiões simplesmente parece que a coisa mudou totalmente de figura e nós precisamos rever como nossa vida anda. Pois bem, os acidentes não estão só em nossos propósitos, infelizmente eles também acontecem em todos os lugares e os carros (inclusive os Fusquinhas) não são isentos destas situações.
A foto que vocês veem ao final do post foi salva por mim no Facebook ontem e eu estou logo postando-a aqui. Ela foi compartilhada por uma página de VW a ar no exterior e mostra uma pequena "caca" feita por um cegonheiro no exterior há pelo menos 40 anos: Ao passar por uma ponte em uma rodovia, ele não se atentou a altura do veículo com os carros em cima e acabou moendo (literalmente) o teto de todos. Como se vê, eram todos Fuscas. Isso já aconteceu no Brasil em algumas ocasiões (não só com cegonhas), uma das mais famosas no mundo do antigomobilismo foi com uma Kombi Last Edition.
Realmente, que pena!
Veja:


3 comentários:

  1. Eu só fico imaginando como esse cegonheiro fez para pagar o "prejú".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ter, no mínimo, trabalhado dobrado, acredito...

      Excluir
    2. Se fosse aqui no Brasil o caboclo ia ter de trabalhar até se aposentar pra pagar os carros.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!