segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Seguuuuuuura!

Antes de você começar a ler esse post e principalmente antes de você observar com atenção a foto que o integra eu recomendo a você, amigo seguidor, que aperte bem o cinto de segurança para evitar quaisquer tipos de "pancadas" em virtude dos movimentos bruscos na direção dos belos clássicos que aparecem no conteúdo de hoje. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Durante todas essas décadas de idade que a nossa indústria automobilística tem muitas coisas mudaram, se aperfeiçoaram e tornaram-na um pouco melhor em relação ao que era em seu princípio. No entanto, ainda que muita coisa tenha mudado em relação ao perfil das pessoas que compram carros e dirigem para todos os lados, uma coisa em especial nunca diminuiu, aliás, ela vem crescendo a cada dia: A diversidade na forma de dirigir de pessoa para pessoa. Algumas pessoas andam de boa, outros "esticam" em apenas algumas ocasiões (meu caso) e outras andam "quente e forte" o tempo todo. A foto de hoje mostra dois caras tocando dois clássicos importantíssimos para a nossa indústria sendo dirigidos exatamente da última maneira que listei.
A foto que vocês veem ao final do post foi vista por mim no Facebook sem muitas informações essa semana, pouco tempo antes das fotos do Split Window que postei ontem. Nela, vê-se uma foto que integrou alguma matéria da revista Auto Esporte com um Fusca entrando "quente" em uma curva e, logo atrás, um Opalão torcendo toda a suspensão para acompanhar a trajetória. Além disso, há um clássico ônibus lá atrás que eu deixo as considerações para os busólogos de plantão.
Veja:


4 comentários:

  1. O Fusca não estava tão rápido assim, mas no Opalão, o caboclo vinha comendo asfalto.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Provavelmente o cara entrou muito quente na curva e no momento da foto estava fazendo de tudo para segurar o bicho...hehehehe

      Excluir
    2. E pra segurar o Opalão é difícil. hehehehehe

      Excluir
    3. Sim, o danado rola nas curvas...hehehehe

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!