terça-feira, 12 de setembro de 2017

A mais pura criatividade em um comercial de Fusca

Durante todo esse tempo que eu escrevo algumas coisas a respeito de carros e, principalmente de clássicos na internet, confesso que o vídeo do post de hoje é uma grande novidade para mim. O mais interessante foi a forma com que ele me apareceu e que, algumas horas depois, integra o post de hoje. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Muitas vezes os conteúdos que eu posto aqui no blog estão guardados há algum tempo e, assim que eu consigo, posto-os. Saibam, o conteúdo de hoje não faz parte dessa estatística. Hoje a tarde eu estava participando de uma aula na faculdade que falava a respeito de equipamentos de segurança e de todos os sistemas que visam manter o condutor e os demais ocupantes do veículo da maneira mais segura possível. O professor, para ilustrar algumas partes daquilo que explanava, entrou na internet e abriu vários vídeos de crash testes, aqueles testes de colisão feitos nos carros para ver se estes atendem as normas de segurança de onde são comercializados. Logicamente, no assunto foi discutida a segurança dos ocupantes de um veículo antigo se submetidos a uma colisão, e um dos veículos a serem debatidos foi a Kombi. Naquele momento, um colega meu de faculdade (que tem um Fusquinha muito bacana, inclusive), sugeriu ao professor que exibisse um comercial que mostrava quase que um "crash test" do Fusca promovido pela VW no exterior. Quando assisti a esse vídeo ainda lá na faculdade, não tive dúvidas de que seria este o post de hoje.
O vídeo que vocês assistem ao final do post foi encontrado por mim no Youtube após a minha descoberta nesta tarde. Nele, vê-se um comercial do Fusca produzido no exterior entre as décadas de 50 e 60. Nele, o Fusquinha atravessa um arco pegando fogo e depois tem uma batida forçada de modo que ficasse com as rodas para cima. Depois disso, os ocupantes viram o carrinho e o fazem andar, ainda que amassado. Logicamente a segurança de um Fusca ou de qualquer carro antigo pode ser comparada com a segurança que se tem nos carros atuais, mas a ideia do comercial foi mostrar a robustez do carrinho, o que de fato ele tem de sobra.
Veja:


4 comentários:

  1. E o mais impressionante é que Fusca vence inclinação de morro seja com qual motor for e os caras naquela época eram loucos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Louco é pouco...hehehe Realmente, morro para Fusca nunca foi problema...

      Excluir
    2. Acho que isso se deve a tração traseira talvez...

      Excluir
    3. Exato. É um dos maiores pontos fortes do Fusca.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!