quarta-feira, 12 de abril de 2017

Um acessório bastante peculiar

Uma das coisas que é relativa entre um ser humano e outro é o gosto. Jamais nós encontraremos duas pessoas nesse mundo que pensem 100% iguais, talvez seja esse um dos motivos pelos quais a diversidade é algo tão forte no mundo do antigomobilismo. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
O mundo dos automóveis é, sem dúvidas, um grande universo que está em constante mudança. Hora um carro conta com algumas características e, pouco tempo depois, pode parecer até outro projeto. Ainda que na atualidade os carros pareçam a cada dia mais iguais e com cores mais neutras, o nosso mundo dos automóveis já contou com projetos absurdamente distintos e com pequenos parágrafos no livro que conta a sua história um tanto peculiares, inclusive como diz o título desse post.
Se nós voltarmos algumas décadas atrás, nós veremos que a nossa indústria e algumas empresas fabricaram ou modificaram muitos carros para que ficassem parecidos com modelos que, por exemplo, não fossem tão acessíveis. Acima da abordagem de hoje existe um exemplo bastante clássico quanto a isso: O "Monza Benz", que eram Monzas modificados para parecerem Mercedes W201 190E. Aproveitando o gancho dessas modificações que eram feitas no passado, resolvi veicular uma propaganda de um acessório que, sem dúvidas, divide bastante opiniões.
A propaganda que vocês veem ao final do post eu encontrei no Facebook e até a compartilhei hoje pela manhã. Nela, vocês veem um acessório que foi vendido para o Fusca pela Multi Nacional SA: Um capô para o Fusca que lembrava os dos modelos Rolls Royce. Eu já vi um Fusca com um capô desses ao vivo e, confesso, sou um pouco purista com esse tipo de modificação e não curto, mas esse foi um dos acessórios que fez um sucesso positivo e, ao mesmo tempo, negativo no mercado.
Veja:



5 comentários:

  1. Em fotos do Flickr, eu já cheguei a ver um Fusca com um cpô parecido com esse, mas com grade de Mercedes Benz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Só de pensar já buga minha mente...hehehe

      Excluir
    2. Realmente ficou esquisito o Fusca com grade de Mercedes, até essa de Rolls Royce ficou melhor.

      Excluir
    3. E olha que essa não é das mais bonitas! hahahaha

      Excluir
    4. E que a de Mercedes que eu vi, ficou meio arrendondada numa frente quadrada, ficou esquisita.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!