quinta-feira, 20 de abril de 2017

Um ponto azul no meio da metrópole

Posts como o de hoje é que mostram que muitos clássicos ainda rodam firmemente dentro das grandes cidades e das regiões metropolitanas. São carros como este que será mostrado hoje é que, mesmo depois de muitas décadas, nós tenhamos um trânsito um pouco mais colorido. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, a sua direita também há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde muitas novidades aparecerão em um futuro muito breve para somar com alguns vídeos que lá já existem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo com admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
No post de ontem que tratava sobre rádios de época eu atingi os 650 posts já publicados. Se nós pararmos para ler tudo o que já foi postado aqui, tem-se um conteúdo muito vasto e que abrange vários tópicos do universo do antigomobilismo. Mas, como vocês sabem, um dos tipos de posts que eu mais curto escrever são esses dos flagras por inúmeros motivos, mas um deles é exatamente pela interrogação que nos é colocada na mente para saber a história de um carro clássico que, mesmo após tantos anos, segue servindo seus donos nas mais diversas necessidades.
As fotos que você vê ao final do post foram tiradas ontem por alguém que vocês não só conhecem mas sabem que é um dos maiores colaboradores do blog: Meu pai. Nessa quarta feira, meus pais fizeram uma rápida viagem até a Capital Paulista e o relato daquele dia por parte de meu pai para mim era de que ele havia visto muitos Fuscas circulando por lá. O que eu não esperava é que ele conseguiu fotografar um deles para mim. Quando meus pais já estavam no ônibus voltando para casa, ele logo viu esse maravilhoso Fusca 1982 (aparentemente azul laguna, principalmente se a cor for a original) circulando pela Marginal Tietê e, logo em seguida, pelo início da Rodovia Castello Branco até a cidade de Jandira. Nesse meio tempo, meu pai logo pegou o telefone e tirou essas fotos. Esse carro me parece um clássico muito íntegro e, pelo que indicam as placas, deve estar com o mesmo dono há alguns bons anos.
Fotos como a de hoje é que mostram que ainda existem muitos carros antigos rodando nas grandes cidades, simplesmente basta que tenhamos sorte para ver alguns deles em dias que estes "saíram da toca".
Quero agradecer novamente ao meu pai pela parceria de sempre!
Veja:






4 comentários:

  1. Oi Filhão!!! Olá Galera apaixonada pelos "besourinhos" os amados "ad eternum" Fusquinha!! De fato, essa paixonite parece que fica empregnada na gente....Kkk..Basta ver um, que logo penso em fotografar registrar o momento...Esses flagras acontecem do nada vem o lampejo e a gente faz o clik...E você amigo, pode ser nosso colaborador, parceiro e nos honrando com mais e mais materiais... Então, sabe aquela foto antiga do paizão do vovô ou do seu titio...Manda pra gente que o Kanduxo posta e a Galera apaixonada vai vibrar... Pois bem, mais uma vez me sinto honrado com os elogios, e não me canso de humildemente colaborar, e agradecer ao meu Filhão a quem amo de forma imensurável...Forte abraço Filhão e a todos dá Galera!

    ResponderExcluir
  2. "Seu Kanduxão" mais uma vez mandando bem.

    Show o Fusca, mas esse provavelmente deve ser o Azul Universo e não o Laguna, esse é bem mais claro que o desse Fusca e se eu não me engano, até 1983 é possível ver Fuscas da cor desse do post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois bem, eu também pensei nessa possibilidade, pois o tom de azul parece bastante com o azul universo. Até entrei no catálogo de cores, coisa que me deixou mais confuso ainda...kkkk

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!