segunda-feira, 6 de março de 2017

Um ponto do cotidiano aos olhos do passado

Esse é o tipo de post que eu não posso deixar de escrever em hipótese alguma pela generosa dose de nostalgia que a foto apresenta. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo postado aqui voltado para todos aqueles que, assim como eu, adoram o fantástico mundo do antigomobilismo e especialmente esse universo voltado aos VW a ar.
Com certeza em algum momento da sua vida alguém da tua família te mostrou alguma foto antiga de um parente, de você quando criança ou até mesmo para te relembrar de algum momento especial que você viveu. A fotografia tem o poder de nos retratar a cada visualização um pouquinho do momento que ela mostra. Além dessas fotos mais próximas, você também possivelmente já viu alguma foto antiga de algum lugar da sua cidade ou do local que você frequentou e/ou viveu. Essas fotos antigas de cidades geralmente nos trazem aquele sentimento de surpresa, notando o quanto um lugar pode mudar com o passar dos anos. O post de hoje traz uma imagem que nos desenvolve exatamente esse tipo de pensamento, principalmente para quem já pôde, de alguma maneira, passar por esse ponto.
A foto que vocês veem ao final do post foi salva por mim no Facebook ainda nessa semana. Eu sinceramente gostei tanto dessa foto que acabei não me atentando qual foi a página que a postou para dar os devidos créditos. Na imagem, é mostrada a Rua Cesário Motta, em Sorocaba. Esse ponto da rua é exatamente o local onde ela passa pela Praça Frei Baraúna, popularmente conhecida como a "praça do Fórum velho", em virtude de abrigar um prédio que sediou o Fórum de Sorocaba por muitos anos e está abandonado há um bom tempo no meio de um processo de "reforma" que, curiosamente, nunca termina. Infelizmente, esse prédio (que não aparece na foto) tem sido até vandalizado. Se hoje nós tirássemos uma foto do mesmo ângulo, a imagem seria bastante diferente: A rua hoje é asfaltada de mão única (somente descendo, no sentido da Kombi). O ponto do fotógrafo hoje conta com um ponto de ônibus bem generoso também. Fora isso, os prédios são praticamente os mesmos. Na imagem, ainda é possível ver uma linda Kombi Corujinha, uma parte de um Fusca e um dos tradicionalíssimos ônibus Mercedes.
Eu não vivi essa época (A foto aparentemente foi tirada nos anos 60), mas é muito gostoso ver como a cidade que moro mudou.
Veja:


4 comentários:

  1. Uma vez quando vi um vídeo da Rua Augusta aqui em São Paulo na década de 60, dá a impressão que hoje a Augusta está mais estreita que naquela época.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até que essa rua não mudou muito, mas a questão de ruas estreitas também é muito presente no centro de Sorocaba.

      Excluir
  2. E isso deixa o trânsito mais zicado ainda.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andar de carro no fim da tarde é impossível.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!