segunda-feira, 27 de março de 2017

Um belíssimo exemplar dos anos 60

Realmente não tem jeito: Os meus Fuscas preferidos com certeza foram produzidos nos anos 60 e no início da década de 70. O exemplar que eu quero trazer para vocês hoje com certeza é um ótimo parâmetro para quem busca ver um Fusca verdadeiramente original. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que acontece aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog é necessária apenas uma conta do Google, coisa que todo mundo tem hoje em dia. Além disso, também a sua direita há um botão para que você possa se inscrever em meu canal do Youtube, onde vem muitas novidades em um futuro muito breve. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que é postado aqui para todos aqueles que, assim como eu, são apaixonados pelo fantástico mundo do antigomobilismo e que tem admiração pelo incrível universo dos Volkswagen refrigerados a ar.
Muitas vezes quando nós vemos um conteúdo que trata de um tema que gostamos, as imagens ou o áudio daquilo que se viu fica em nossa memória fotográfica e, quando menos esperamos, resgatamos a lembrança e nos vimos na curiosidade de buscar ver aquilo de novo. Pois bem, o post de hoje foi mais ou menos assim. Eu me lembrei desse vídeo que aparece ao final do post e tratei de procurá-lo para compartilhar toda essa beleza com vocês nessa segunda feira. Diria eu até que estamos começando a semana com o pé direito nessa página com esse belo Fusquinha.
O vídeo que vocês veem ao final do post foi postado pelo canal do Ethison no Youtube. Nele, vocês podem ver um maravilhoso Fusca 1964 na cor verde amazonas e ainda com o simpático e comportado motor 1200. Quem acessa o blog há mais tempo sabe que eu adoro os Fuscas dos anos 60, principalmente destes que tem a motorização de 36 cv. A maneira comportada, o maior número de peças cromadas e esse ar de clássico me encanta nesses modelos e o exemplar em questão conta com um alto nível de originalidade. Muito provavelmente essa joia nunca foi restaurada e carrega essas bonitas marcas do tempo por esse motivo. A única coisa que eu notei nesse carro que foi trocada foi o par de piscas dianteiros, mas esse é um detalhe muito pequeno perto da grandiosidade que um carro como esse tem e que expressa por meio de sua integridade.
Toda vez que assisto a esse vídeo, fico encantado.
Veja:


3 comentários:

  1. Eu fui ver esse vídeo no You Tube para comentar e para minha surpresa eu já tinha feito um comentário há 3 anos atrás, mas enfim... um desses com marcas do tempo vale mais que muito Fusca refeito por ai, uma coisa que me deixou intrigado foi o marcador de combustível, ele parece ser o elétrico, pois quando liga o carro, ele indica a quantidade de gasolina que tem no tanque, mas quando desliga ele volta pra reserva (se eu não me engano os Fuscas mais modernos têm os marcadores mecânicos e não contam com esse recurso) porém, o grafismo dele é dos marcadores mais modernos e é isso que me gerou dúvida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu cheguei a ver o seu comentário...hehehe
      A resposta para a sua questão do marcador de combustível é simples: Todos os Fuscas que operavam com 6V na elétrica tinham marcador elétrico com uma bóia elétrica com resistência. Ela funcionava pós chave, ou seja, o marcador só ligava com o carro em funcionamento. A partir de 1967, quando os Fusquinhas passaram a operar com 12V o marcador se tornou mecânico. Para quem buscava a mudança da parte elétrica de 6 para 12V (como é o caso dessa maravilha do vídeo) era necessário utilizar a boia do tanque da Kombi Corujinha e da Clipper até 1981 que é 100% adaptável ao tanque do Fusca.

      Excluir
    2. Entendi...pensei que marcador elétrico fosse só até os 63.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!