quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Um motivo para se ter um carro antigo

Eu não poderia deixar de receber essa sugestão de post visto que ela é tão interessante. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos, fáceis e descomplicados. Clicando neles, você está dando uma grande força e prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecer todo o conteúdo que rola aqui.
Por diversas vezes já me perguntaram o porque eu queria comprar um Fusca ou porque eu gostava tanto de carros antigos e da mecânica clássica. Acredito eu que se você também é um adepto ao antigomobilismo, pelo menos uma vez na vida você já foi indagado de maneira parecida. Pois bem, o post de hoje é uma das inúmeras respostas e que também descrevem alguns motivos pelos quais é muito divertido e prazeroso ter e/ou gostar um carro antigo.
Em todas as ocasiões que aparece por aqui uma foto antiga de uma cidade lotada de carros clássicos, ou de um carro que fez parte da história de uma família (como o Fusca do Davi do post de ontem) e até mesmo aquele tipo de história de alguém que topa o prazeroso desafio de resgatar um clássico para realizar o sonho de reviver um memória antiga eu sempre digo da importância que os pequenos detalhes da vida podem ter, e esses detalhes que para um terceiro podem parecer insignificantes são de suma importância para o dono das memórias. É claro, esse detalhe pode ter quatro rodas e ser o meio de transporte que proporcionou muitos momentos na vida de alguém.
A foto que aparece ao final do post vem lá da página do Facebook Fusca Brasil (que eu recomendo fortemente que vocês deixem o like por lá, pois rola um conteúdo muito interessante) e ela foi disponibilizada originalmente nesse link. Nela, aparece um Fusca muito bonito com uma frase célebre mostrando que um carrinho desses é um excelente válvula de escape diante dos problemas que aparecem em nossa vida. 
Quem viu essa foto no Facebook primeiro foi o meu amigo Hugo Reis, que publicou na minha linha do tempo ressaltando a relação da imagem com o blog, principalmente por causa da fusão com a música. Eu adorei essa foto e estou replicando-a aqui por isso.
Quero agradecer ao Hugo pela contribuição!


5 comentários:

  1. Fico honrado com a citação e muito satisfeito pela identificação do tema. Os antigos em especial os refrigerados a ar possuem uma mágica na relação com seus donos em função da recompensa simples até franciscana de deslocar seus motoristas sem cobrar tanto em troca. Nos dias de hoje onde um carro de "plástico" tem vida útil de aproximadamente oito anos, onde todos os custos envolvidos são exorbitantes. Os antigos cumprem muito bem sua função em transportar as pessoas entre dois pontos, porém com muito mais estilo e intimidade entre o homem e sua maquina. Parabéns a voce Kanduxo assim como Tonella e outros pela sua dedicação à esses paequenos grandes carros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente por aí, meu amigo. Além disso, a maneira de se conduzir um carro clássico é diferenciada, o que torna o cotidiano ou até mesmo aquele passeio que fuja da rotina algo absurdamente prazeroso. Além disso, a mecânica "arroz e feijão" permite o dono exercitar a mente para que os problemas ou até mesmo as manutenções preventivas sejam feitos e/ou resolvidos. Blogs como o meu e canais do Youtube como o do Tonella só existem por pessoas ainda levantarem a bandeira dessa cultura tão sadia que é a dos carros antigos e da mecânica clássica. Obrigado pelo seu acesso de hoje e de sempre!!

      Excluir
  2. Hoje eu digo que o Fusca deveria ser receitado por psiquiatras como antidepressivo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, não há como alguém não abrir um sorriso ao curtir um carrinho desses.

      Excluir
    2. Sempre tem alguém que teve um, ou teve uma história com um, mas também... o Brasil foi o lugar que mais produziu Fuscas depois da Alemanha.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!