terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Fusca 1975 do Davi: Um carro que atravessou gerações

Com certeza esse é um tipo de post muito prazeroso de se fazer, visto que é mais uma história entre milhares que contam com um Fusca como um dos protagonista. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos e fáceis. Para seguir o blog basta ter uma conta do Google, coisa que todos tem. Clicando nesses botões e dando essa forcinha, você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis para que ele continue crescendo e mais pessoas possam conhecê-lo.
Há poucos dias atrás eu tive o privilégio de escrever o post "Um retrato do passado", onde apareceu uma foto muito bacana da família da Vanessa Pereira. Aquela imagem que, aparentemente, foi tirada no final dos anos 70 ou nos anos 80 evidenciava o quanto um carro era importante para as famílias, principalmente quando aquele bem era fruto de tanto trabalho. Felizmente, os Fusquinhas nunca decepcionavam seus donos, trazendo sempre a alegria do passeio dos adultos em um sentimento de realização e, simultaneamente, um sentimento de alegria e entusiasmo das crianças ao passearem no chiqueirinho.
A história que compõe o post de hoje é relativamente parecida com tudo aquilo que foi dito no post de dias atrás. É mais um carro que, pela sua permanência e idas e voltas no seu histórico, tornou-se membro da família e hoje é uma das maiores fontes de divertimento de seu proprietário.
Esse simpático Fusca 1975 que aparece nas fotos pertence ao Davi Rios. Eu já vejo o trabalho do Davi há bastante tempo nas redes sociais e no Youtube, mas todas as vezes em que brevemente conversamos nunca foi possível amadurecer a ideia de mostrar o seu clássico aqui no blog. Pois bem, esse dia chegou. E junto dele, vem uma história muito bacana que é carregada pelo Fusquinha.
O Fusca do Davi Rios é um 1300L ano 1975. Ele foi tirado zero quilômetro por um tio dele que, na verdade, pretendia comprar um Fusca 1600S, o Bizorrão. No entanto, como a vida da gente dá muitas voltas, esse 1300L acabou adentrando ao destino de seu tio e ele acabou adquirindo-o. Com o passar dos anos e do uso do Fusca, aconteceu um episódio um pouco complicado, que foi uma colisão com uma Brasília (afinal, boa parte da frota era VW naquela época) em meados da década de 90, causando vários danos ao carrinho, Na recuperação do carro, o clássico foi seguindo as tendências de época, retirando os frisos e até tirando as janelas laterais basculantes. Conforme o tempo foi passando, seu tio foi ganhando idade e infelizmente adoeceu. Nessa época, Davi e seu pai já cuidavam do carro.
Nessa história toda, o Fusca foi passado para a sua madrinha, essa simpática senhora que aparece na foto na frente do Fusca. No entanto, ela não se adaptou com o carrinho e o mesmo foi para as mãos do Davi. Com ele cuidando do carro, várias modificações apareceram, como um escapamento dimensionado, freios a disco e uma suspensão com catraca. Conforme o tempo foi passando, ele resolveu levantar o carro novamente, de modo que ele ficasse mais confortável e trafegasse com menos dificuldade em locais com asfalto ruim ou até mesmo não pavimentados. Agora a ideia é continuar fazendo upgrades no carro, como a troca dos bancos e o motor que passará a ser 1600. Com certeza esse carro aparecerá mais vezes aqui no blog conforme as coisas vão acontecendo.
O Davi tem um canal do Youtube que a partir de hoje tem seu link na área dos parceiros. Não deixe de prestigiá-lo e deixar a sua inscrição.
As fotos são um mesclado de passado e presente, mostrando todo o histórico do carro.
Veja:






Quero agradecer o Davi por enviar as fotos!
Quer ver seu carro aqui no blog? Me mande um e-mail.



3 comentários:

  1. Uma dica que eu daria para ele, isso se ele não faz questão de velocidade final no Fusca é colocar um 1600 de carburação simples com câmbio 8 X 35, o bicho se bobear sobe até parede.

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem vindo!