domingo, 8 de janeiro de 2017

Propaganda do Fuscão 1500: O ápice do desempenho na época

Sim, na época um motor com pouco mais de 50 cavalos era mais do que um carro veloz. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que há um post novo todo o dia. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita. Com certeza é uma das melhores maneiras que você tem de prestigiar o blog.
Quando alguém começa a conversar comigo sobre desempenho, potência, motores, números ou qualquer coisa que possa tornar um carro rápido, eu sempre ressalto que para um carro ser veloz, esperto e até mesmo com um torque legal, não é totalmente necessário um motor enorme. Claramente é sempre muito legal ouvir um motor de 6, 8 ou até 12 cilindros produzindo uma sinfonia toda vez que alguém o acelera, mas também é muito legal ver a capacidade de carros pequenos com motores pequenos surpreendendo seus condutores na "tocada".
A propaganda que aparece ao final do post foi achada por mim esses dias no Google mesmo. Eu estava procurando uma foto para colocar de banner do link de um post para a página do Facebook e deparei-me com ela. Esta propaganda estava divulgando o lançamento de um modelo que mudou muito a concepção do Fusca para muitas pessoas na época: O Fuscão 1500. Até o final dos anos 60, o Fusca sempre foi oferecido com motores de cilindrada menor (1200 e, posteriormente, o 1300), fazendo com que fosse um carrinho comportado e andasse apenas o suficiente. Se nós pararmos hoje e olharmos o projeto, podemos notar que eram carros projetados também para ser muito econômicos, coisa que conseguiam ser sem muito esforço.
No início dos anos 70 com o lançamento do Fuscão, o público que comprava Fusquinhas na época teve a oportunidade de ter um carro com a mesma carroceria (ainda que com algumas modificações que permaneceriam nos próximos anos), mas com um conjunto mecânico mais esperto. O motor 1500, já utilizado nas Kombis e Karmann Ghia, foi aplicado ao Fusca juntamente com um câmbio ligeiramente mais longo que o anterior, o câmbio 8x33. Desta maneira, ganhou-se torque e um pouco de velocidade final, tornando o besouro bem mais esperto.
Com o passar dos anos, vários outros modelos foram lançados também com a proposta de melhorar o desempenho do Fusquinha, como o Fusca 1600S (O "Bizzorão") em 1974 e os demais modelos 1600 lançados na década de 80. Ainda que o 1600 tenha um desempenho muito bacana, o 1500 sempre se destacou pelo fato de estar no "meio termo" de consumo e desempenho. Era um carro bastante econômico e um pouquinho mais esperto que um 1300.
A propaganda de lançamento fala um pouco do novo motor, assim como do ganho de desempenho.
Veja:


8 comentários:

  1. Ainda hoje tem gente que considera o Fuscão o melhor Fusca já produzido, mesmo que o 1600 ande mais e consuma menos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O torque que o 1500 oferece é bem satisfatório. Acredito eu que ande o suficiente...hehe
      Ontem eu dirigi um 1500 que vocês verão muitas vezes aqui no blog num futuro. É incrível que o carrinho mesmo que levemente desregulado e com algumas coisas para fazer anda bem.

      Excluir
    2. Minha mãe teve um Branco lótus 72 que andava mesmo com o motor nas últimas, lógico que depois minha mãe encostou o carro numa retífica e fez o motor, mas mesmo com o motor cansado ele andava.

      Excluir
    3. Este que eu dirigi teve uma "meia sola" feita no motor, mas eu o vi ainda antes do serviço. Era muito disposto mesmo bem surradinho.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!