quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

É hora da baliza!

Está aí mais um momento mais do que nostálgico e que boa parte das pessoas já passaram. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like bacana na página do Facebook e de seguir o blog também. Desta maneira, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog, visto que sempre há um post novo todos os dias. Os botões de curtir e seguir estão aqui a sua direita, bem rápidos, fáceis e explicados. Clicando neles você está prestigiando o blog de uma das melhores maneiras possíveis.
A nossa vida é feita de dias, noites, semanas, meses, anos, décadas e porque não até de um século. Dentro desses dias, noites, semanas e tudo mais, existem os momentos. A foto que eu trago no post de hoje é o retrato de um momento que é muito importante na vida de qualquer pessoa que goste de automóveis.
Os momentos que compõem a nossa vida podem ser dos mais distintos: Podem ser aqueles que a gente não se lembra, como os primeiros passos que foram descritos apenas por nossos pais, ou aqueles que estão vivos em nossa mente, como os primeiros anos da escola, quando se aprende a andar de bicicleta, a formatura da escola, a primeira namorada e muitas vezes uma conquista que se faz possível a partir dos 18 anos: A carteira de habilitação.
Quando a pessoa tem a oportunidade de se habilitar, sempre vem aquela sensação de liberdade em virtude de poder guiar livremente um veículo por aí. Mas como nem tudo são flores, existe todo um processo para que se possa sair dirigindo para todos os cantos.
No momento que é possível tirar a carteira, a pessoa se dirige a auto escola e faz o curso teórico, o curso prático, provas e finalmente o exame final, aquele que vai lhe permitir ou não a permissão para dirigir. Se nós começarmos a observar, nós veremos inúmeras pessoas tendo aulas práticas nas ruas andando nos Celta, Gol, Palio, Up, March, Uno e diversos outros modelos. Pois bem, antigamente não era assim. Meu pai mesmo, que é habilitado há mais de 30 anos, aprendeu a dirigir no Fusca. Eu infelizmente não tive essa oportunidade, aliás, dirigi somente um Fusca na vida que vocês conhecerão num futuro breve.
A foto que aparece ao final do post eu vi no Facebook há alguns dias, porém, pelo celular. Depois de um tempo procurando no Google, eu a encontrei e achei interessante postá-la aqui. Nela, aparece uma cena de baliza feita em aula de auto escola (ou exame prático, não sei exatamente) há muitos anos atrás, com um Fusquinha dos anos 70 de protagonista.
Veja:


4 comentários:

  1. Eu, apesar dos meus 40 anos, infelizmente também não tive oportunidade de dirigir um Fusca de Auto-Escola, mas me lembro da minha mãe voltando da aula de volante para a minha casa num Fusca de Auto-Escola e olha que eu deveria ter mais ou menos uns 4 anos (minha mãe tirou carta em julho de 1980) e além disso, me lembro de quando ia pro bairro do Ipiranga aqui em São Paulo e passava numa rua onde os alunos faziam prova de baliza e lá era lotado de Fuscas, mas eu mesmo tirei carta há 21 anos atrás num Gol quadrado 1986 (isso em 1996!!!) e o primeiro carro que dirigi na vida com 15 para 16 anos foi um Uno Mille 1991 daqueles beeeem "pé de boi" da época que não tinha encosto de cabeça nos bancos e nem sequer câmbio de 5 marchas (em 1991, essas coisas eram opcionais para o Mille), só fui dirigir um Fusca quando comprei um.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O primeiro e único Fusca que dirigi eu peguei pela primeira vez há uns 2 ou 3 anos. Antes disso, dirigi a vida toda carros "de plástico". Aliás, esse Fusca que dirigi vai ser mostrado e muito aqui no blog ainda esse ano, se Deus quiser. Tomara que eu junte uma quantia $$$$$ até lá, se é que me entende...hahahaha

      Excluir
    2. Sei... a gente aqui vai ficar no aguardo das fotos desse Fusca hehehehehehehe

      Excluir
    3. Estamos em negociação...se tudo der certo, essas fotos podem aparecer ainda esse ano....kkkkkkk

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!