quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Fotos fantásticas da linha VW Type 3

Com certeza toda a nossa linha VW a ar nacional tem a cara do Brasil, mas temos de admitir que a linha que era vendida no exterior também era fantástica. Se você já está me dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like básico na página do Facebook e de seguir o blog também. Tudo é rápido, fácil e fica aqui a sua direita. Dando esses dois cliques, você fica ligado em tudo o que acontece aqui no blog.
Todas as vezes que eu trago um vídeo, uma foto ou uma propaganda de um VW TL, Variant, Karmann Ghia TC ou SP2 eu sempre digo o quanto admiro a engenhosa solução da VW com o motor plano, configuração que o motor tem menores dimensões e, com isso, traz um maior espaço para bagagens. Para quem não sabe, essa boa ideia adotada ainda nos anos 60 também foi e muito usada (até mais do que aqui) no exterior em diversos modelos VW. Hoje eu quero trazer para vocês uma seleção de fotos que mostra três modelos fantásticos que utilizam essa configuração.
Nos anos 60 e 70, o perfil da pessoa que tinha um automóvel na garagem era infinitamente diferente de hoje. Se nós pararmos para observar quais são os requisitos de um carro ideal para as pessoas, com certeza o espaço interno, disposição do painel, estabilidade, desempenho e principalmente o consumo são fatores muito importantes. No entanto, naquela época era muito difícil um nicho de mercado aceitar com totalidade um novo design. Com esse nível de exigência mais apurado das pessoas, as montadoras precisavam usar a criatividade para que suas vendas fossem um sucesso. Nessa época, os carros com quatro portas (que hoje lideram as vendas) tinham um alto índice de rejeição, por esse motivo 90% dos carros tinham apenas duas portas. A linha VW por exemplo teve pouquíssimos carros nessa configuração: O "Zé do Caixão", que é o VW 1600 e o TL 4 portas.
Ainda na transição dessas décadas, nós tínhamos mais um grande detalhe nos requisitos dos consumidores: Muitas vezes aquilo que agradava aos europeus, não agradava aos americanos. Um exemplo clássico disso está nas Mercedes antigas, que em alguns países tinham alterações na estética para atender ao público, como faróis duplos com os americanos e faróis "únicos" para os europeus. Diversas montadoras enfrentaram esse tipo de dificuldade e com a VW não foi diferente.
Desde o início dos anos 60, a VW tinha alguns modelos alternativos ao Fusca, que era, principalmente a linha "Type 3". Esta linha trazia três modelos: VW Squareback, VW Notchback e VW Fastback. No final da década, a VW do Brasil resolveu seguir o mesmo caminho, mas em uma tentativa acertada de agradar ao público, seguiu a tendência dos europeus e trouxe esta linha com outra cara e outros nomes. O Squareback inspirou a Variant, o VW Notchback o VW 1600 (O "Zé do Caixão"), que aqui não recebeu a configuração de motor plano, como no modelo que o inspirou e o Fastback inspirou o TL.
As fotos que aparecem ao final do post mostram toda a linha Type 3 nos mais diversos estilos e estados. Se você quiser ver alguns dos modelos em detalhes, eu escrevi há algum tempo um post de um VW Squareback maravilhoso.
Veja:































 

3 comentários:

  1. E lembrando que os Tipo 3 europeus, no final de sua produção, chegaram até mesmo a contar com injeção eletrônica, coisa que aqui no Brasil na mesma época era coisa de filme de ficção científica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além da injeção, houveram vários deles com câmbio automático.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!