quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Diagnosticando um problema na ignição do Fusca e outros VW a ar

Depois de alguns dias sem conseguir postar devido a problemas no PC, cá estou eu de volta colocando o blog em dia. Se você está me dando a honra da visita, não deixe de dar o seu like na página do Facebook e de seguir o blog também. Com esses dois rápidos cliques que estão aqui, a sua direita, você fica sabendo de tudo o que rola aqui no blog todos os dias.
Com certeza toda pessoa que realmente gosta de carros clássicos e antigomobilismo admira pelo menos um pouco a mecânica clássica. Toda vez que falamos de um carro antigo, é impossível não citar, hora ou outra, algo que esteja ligado ao seu projeto mecânico. Por esse motivo, muitos proprietários antigomobilistas buscam conhecer e, acima de tudo, entender da mecânica presente em seus carros. Tudo isso não se deve apenas a paixão que se tem pelo carro, mas sim para que haja a capacidade do próprio dono resolver um eventual problema que possa aparecer no veículo.
Se nós entrarmos todos os dias nos fóruns de mecânica e nos grupos do Facebook relacionados a carros, todos os dias veremos alguém expondo um problema e pedindo ajuda para descobrir (e executar) a solução. Como felizmente essa galera geralmente é muito unida, as pessoas buscam ajudar colocando resoluções de casos parecidos ou atentando a pessoa em relação à alguma peculiaridade que a manutenção daquele carro tenha, principalmente em relação ao problema apresentado.
Mas, quando um antigo quebra, como buscar a solução para o defeito?
Eu costumo dizer que o pior defeito que um carro pode ter é aquele que aparece intermitentemente, ou seja, as vezes ele existe, as vezes não. Quando um problema está fora dessa categoria, o ideal é buscar defeito nas peças correspondentes ao "setor" do funcionamento do carro que condiz com o problema. Se você acredita que o problema está na injeção de combustível, vale conferir a carburação (no caso de um antigo), se a falha não vem dali, é interessante conferir a ignição, e assim por diante.
O vídeo que eu trago hoje para vocês vem lá do canal do Alan, da AJ Carburadores. A oficina dele já é bem conceituada por bastante gente em virtude do seu trabalho. Neste vídeo, ele mostra um belíssimo Fusca 1968 (muito bonito mesmo) que apareceu com um problema de falha que tem sido bem comum ultimamente. No vídeo, ele explica como chegou a causa do problema e também como resolveu.
Vale a pena assistir para entender como pode ser feito um rápido diagnóstico. 
Veja:



8 comentários:

  1. Eu comentei na página do canal deles que quando eu vi o Fusca no começo do vídeo eu pensei: "MEU DEUS!!!", ai quando ele trocou a caixinha de ignição e o Fusca mudou da água pro vinho eu pensei: "NOSSA!!!" e agora o Fusca anda pra caralho... e o dono vai precisar fazer um "upgrade" no sistema de freios. :D :D :D :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O dono já pode pensar naqueles kits de freio a disco dianteiros para 5x205 que eu postei há algum tempo atrás. Esse Fusca é muito bonito.

      Excluir
    2. Show de bola esse Fusca e os bancos em vermelho caíram como uma luva para ele.

      Excluir
    3. Sim! Esse interior fica muito bonito com muitas cores claras, principalmente nos Fuscas dos anos 60.

      Excluir
    4. Pena que Carapicuíba fica muito longe de onde eu moro.

      Excluir
    5. Para mim também não está perto...hehehe

      Excluir
  2. ola amigo meu nome é Eduardo da Ajcarburadores e queria agradecer ai pelo post abraço

    ResponderExcluir

Seu comentário é muito bem vindo!