quinta-feira, 13 de outubro de 2016

Um Fusca "Pé de Boi" espetacular!

Esse post é mais uma prova que para se ter um carro bacana e divertido não existe a necessidade dele ser completo. É lógico que na época que esta versão foi produzida os tempos eram totalmente outros, mas com certeza vale relembrar esse clássico em mais um post sobre ele.
No início desse mês eu escrevi um post que tratava sobre o Fusca modelo "Pé de Boi", uma versão do Fusquinha que saiu por volta do meio da década de 60 que era absurdamente "pelado", sem quaisquer tipos de acessórios. Aquele post, logo depois de sua publicação, foi um sucesso no número de acessos e trouxe um excelente retorno. Visto isso e, como eu também havia prometido trazer mais conteúdo sobre o modelo, escrevo este post alguns dias depois trazendo um novo material sobre o modelo.
O vídeo que aparece ao final do post foi produzido pelo antigo programa "Vrum", que passava no SBT no horário hoje que é exibido o "Acelerados". O Vrum era um programa que eu gostava bastante pelo fato de as vezes trazer matérias desse tipo, mostrando carros clássicos ou tratando de temas do automobilismo que muitas vezes não eram retratados na TV. A vantagem é que todos os responsáveis pelo programa seguem no Youtube fazendo o trabalho que antes era televisivo dentro da "maior TV do mundo e da internet" com a mesma excelência e nível.
Nas imagens, aparece um Fusquinha "Pé de Boi", absurdamente original, sem nenhum acessório que poderia ser instalado. No vídeo, seu proprietário conta a história do carro e todo o valor sentimental que é envolvido de sua parte para com o exemplar. É muito bacana ouvir histórias assim junto à informações que só enriquecem o vídeo.
O conteúdo fala por si, vale muito a pena ver.
Veja:

 

5 comentários:

  1. Só erraram no ano do carro que é 1967 e não 1968, mas sem dúvida esse é uma raridade, principalmente por ser o último ano do "pé de boi" e o único ano a fazerem ele com motor 1300.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse é a "mosca branca" das moscas brancas...hehe O bacana é exatamente isso, ter uma motorização que, nessa versão, foi uma peculiaridade somente do ano de 1967.

      Excluir
    2. Até agora, esse é o único "pé de boi" 1300 1967 sobrevivente que se tem registro.

      Excluir
    3. Eu vi uma vez um cara que tinha um 1965 que ele comprou e restaurou equipando-o todo com rodas e outras coisas mais, inclusive com outra cor. Depois de terminá-lo é que ele descobriu que se tratava de um legítimo "Pé de Boi" e se arrependeu do projeto.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!