segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Regulagem do facão da suspensão do Fusca e derivados

Esse tipo de post se torna bem bacana pelo fato dele ser útil para os mais diversos tipos de VW a ar, visto que o procedimento de hoje é válido para quem pretende rebaixar ou até mesmo voltar a originalidade no seu Fusquinha.
Há alguns dias atrás eu escrevi um post que tratava de mangas de eixo (ele aparece aqui no canto direito da tela nas postagens populares) dianteiras do Fusca. Naquela ocasião, pude explicar na maior simplicidade a variedade de mangas presentes no mercado assim como algumas formas possíveis de se rebaixar um Fusca ou qualquer outro VW a ar.
Na dianteira, como disse naquela ocasião, existem inúmeras formas de se alterar a altura do chão de um Fusca. Na traseira, não existe muito o que "inventar", são poucas alternativas e essas como em quase tudo em um Fusca, são bem simples.
Uma alternativa para quem pretende se rebaixar um Fusca e já optou no que fazer na dianteira mas não sabe o que fazer na traseira, aqui fica uma espécie de dica para quem estaria indeciso ou até sem saber o que fazer: Existem os facões reguláveis que lhe permitem um fácil ajuste de altura, ou você pode ajustar o facão original mesmo na altura desejada. Mas, como se faz a regulagem do facão?
Durante muito tempo aqui na internet só era vista com mais facilidade a teoria sobre o assunto. Há algum tempo atrás, o Tonella publicou um vídeo em seu canal que mostra como é feito esse procedimento. A grosso modo se levanta o carro (preferencialmente sem inclinação de carroceria, mas caso isso não seja possível deve se levar em consideração o valor da inclinação), desmonta-se o facão e é feito o ajuste na posição da peça em relação aos dentes presentes na barra de torção traseira. Girando a barra para o respectivo sentido que se quer, você altera o ângulo do facão.
Toda vez que esse serviço é feito, é recomendada a troca das buchas. No mercado existem várias, desde as convencionais de borracha até as de PU, como as da EMPI. Vale ressaltar que as buchas interna e externa são diferentes no seu diâmetro interno, onde atravessa a barra de torção.
Se você tem um Fusca, não tem a intenção de rebaixá-lo (eu particularmente prefiro a altura original) mas ele está mais alto ou mais baixo em algum dos lados da traseira, é interessante conferir isso.
Para que o ajuste seja feito, é necessário um goniômetro, instrumento que indica a inclinação da carroceria e/ou do facão. Caso você só vá trocar as buchas, uma alternativa é fazer uma marca de referência para saber a posição do facão quando da hora de sua montagem.
Veja:

 

4 comentários:

  1. Os vídeos do Tonella sempre didáticos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito! Este vídeo, assim como a grande maioria, nos dá a impressão de que acompanhamos o serviço pessoalmente.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!