terça-feira, 25 de outubro de 2016

Propaganda da Kombi Clipper: Modelos de carroceria

Quando eu vi essa propaganda, não pensei duas vezes em postá-la aqui. Eu particularmente nunca tinha visto e achei um tanto interessante. Se você está de dando a honra da visita, não deixe de dar aquele like básico na página do Facebook e seguir o blog logo abaixo do banner, tudo aqui a sua direita.
Em quase todas as vezes que eu postei algo relacionado a Kombis por aqui, eu sempre disse o quando admiro e acho charmosas as Kombi Corujinha, que permaneceram em linha até a metade dos anos 70. Aquelas Kombis com o parabrisa bipartido, acabamentos em branco e geralmente cheias de frisos (principalmente nas Kombis de Luxo) sempre me agradaram bastante. Hoje em dia, no mercado do antigomobilismo a procura pelas corujinhas cresceu de uma maneira enorme, fazendo com que os preços de uma Kombi dessas em bom estado chegue até a valores fora da realidade. Depois da era da Kombi Corujinha na linha de produção da VW, nós tivemos a Kombi Clipper, o modelo mais comum de vermos nas ruas hoje. Com o passar dos anos, esta Kombi recebeu muitas mudanças na estética, como a porta de correr, na mecânica, como o famoso motor "tork" com dupla carburação e, anos depois, uma injeção eletrônica multiponto, dentre tantas outras pequenas alterações que tornaram a simpática perua um carro muito diferente entre os anos mantendo toda a essência vinda desde os anos 50.
Se você tem pelo menos uns 15 anos de idade, com certeza em algum momento da sua vida uma Kombi foi meio de transporte. Seja no caminho para a escola, seja como carro de um amigo, seja como transporte público (ou até as lotações) ou qualquer outra aplicação. A Kombi tem uma participação tão grande quanto o Fusquinha na vida da grande maioria dos brasileiros.
Essa propaganda que aparece ao final do post foi achada, totalmente sem querer, por mim no Facebook dias atrás. Foi um amigo, apaixonado por Kombis, que a publicou na sua linha do tempo. Nela, são mostrados os tipos de carrocerias e motorizações possíveis para uma Kombi nos anos 80. O bacana é que naquela época o que diferenciava uma versão de um carro para outra eram detalhes simples, como as calotas cromadas na Kombi Luxo e as brancas no modelo Standard. Com certeza muitas dessas Kombis dessa época ainda rodam trabalhando até hoje trazendo muita robustez e economia aos seus donos.
Além da Kombi Pick Up e da Kombi "fechada" (seja ela Furgão ou com janelas), ainda aparece na propaganda a Kombi cabine dupla, muito difícil de se ver na rua hoje em dia. Um ponto interessante para ser levantado era a motorização a diesel que era oferecida na época e que não deu muito certo no Brasil, visto que muitos exemplares desses sofreram com superaquecimento no motor. Ainda sim, a velha senhora movida à diesel não deixa de ser divertida se bem cuidada, ainda que não mantenha a essência do motor boxer.
Depois disso, ainda tivemos a Kombi com a mecânica do Fox que se manteve até o final da produção da velha senhora. A Kombi com certeza um dos carros mais simpáticos que já tivemos no Brasil.
Veja: 

 

4 comentários:

  1. A "crássica" propaganda dos halterofilistas, dessa eu me lembro como se fosse hoje.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se não me engano tinha um comercial televisivo com eles. Esse impresso eu não tinha visto, pelo menos que eu me lembre...hehehe

      Excluir
    2. Tinha, se eu não me engano ela mostrava uma Kombi e dizia: está aqui o jeito mais simples (ou mais econômico, não lembro ao certo) de carregar uma tonelada, ai mostrava a Kombi, e depois dizia: agora está aqui outro jeito de se carregar uma tonelada, ai vinha uns oito halterofilistas e colocavam a Kombi de lado levantando ela no braço, ai eles entravam dentro dela e iam embora.

      Excluir
    3. Isso! Dessa propaganda de TV eu me recordo. essa impressa eu particularmente nunca tinha visto.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!