domingo, 11 de setembro de 2016

Veja as diferenças entre as mangas de eixo deslocadas para Fusca

Se você pretende fazer algum upgrade na suspensão do seu VW a ar, muito provavelmente esse post poderá te ajudar a escolher a melhor opção que leva ao teu objetivo. Se você chegou a este blog por meio desse post, não se esqueça de deixar aquele like carinhoso na página do Facebook e também seguir com a sua conta do Google, assim você fica informado sempre que aparece algo de novo por aqui.
Dentre os mais de 400 posts que eu já escrevi por aqui, por diversas vezes eu disse que o Fusca e seus derivados são carros que tem qualidades de sobra. No entanto, algumas delas conseguem sobressair todas as vezes que falamos de um Fusca. Falar de seu conjunto mecânico é chover no molhado, visto que a construção, engenhosidade, facilidade e custo baixo de manutenção são características do "coração" de um Fusquinha. Porém, hoje é dia de falar sobre um outro ponto muito importante e tão resistente quanto o conjunto mecânico: A suspensão.
A suspensão do Fusca foi desenvolvida há muitas décadas atrás, quando o projeto deveria gerar um veículo de guerra, que encarasse qualquer tipo de terreno. Pois bem, dada essa exigência, o Fusca nasceu com suspensão independente nas quatro rodas e feixe de molas, tendo a resistência como um ponto forte. Ainda é muito comum se ver hoje em dia muitos Fuscas que nunca precisaram de uma manutenção muito "profunda" na suspensão à ponto de se desmontar um quadro de suspensão por quebra, exceto quando a suspensão é muito mal cuidada a ponto de quebrar uma lâmina do feixe ou algo do gênero.
Com o passar dos anos, o Fusca ganhou, em algumas versões, freios a disco na dianteira. Essa alteração no projeto exigiu uma leve mudança na construção da suspensão que foi a alteração dos braços e mangas de eixo. Foi ali que nasceu a famosa "suspensão de pivôs" ou "suspensão moderna". Nesse upgrade feito pela VW, era eliminado o embuchamento presente nas mangas de eixo.
Nos anos 60 e 70 a gente sabe que muitos Fusquinhas foram carros de donos jovens, e muitos deles colocavam diversos acessórios nos carros. A grande maioria naquela época tinha o desejo de rebaixar o seu Fusquinha e instalava a (até hoje) famosa Catraca na suspensão, que deixa o carro um pouco mais baixo na dianteira. Geralmente essa alteração era combinada à uma regulagem no facão para baixar a traseira também, até o surgimento dos facões reguláveis, hoje muito comuns e acessíveis.
No entanto, hoje é possível rebaixar um VW a ar sem precisar intervir no quadro de suspensão original, trocando as mangas de eixo por outras deslocadas, que geralmente deixam o carro alguns centímetros mais baixo. Existem diversas mangas de eixo no mercado e de diversas marcas, algumas nacionais e outras importadas.
Mas, qual manga de eixo escolher quando se pretende trabalhar na suspensão?
O primeiro parâmetro que se deve ao procurar uma manga é se atentar ao tipo de suspensão que você tem, se é de embuchamento ou pivô. Depois disso, o tipo de freio dianteiro que você usa ou pretende usar. Hoje em dia existem mangas para embuchamento e pivôs com aplicações para freios a disco e a tambor. Aqui mesmo no blog já apareceram vários carros com diversas combinações nessa parte.
Para você entender melhor a diferença das mangas e ter acesso aos códigos caso a sua escolha for uma manga da EMPI (existem outras que também são muito boas no mercado, inclusive nacionais), hoje eu trago para vocês um vídeo do Tonella que mostra as diferenças e as referências das peças.
Vale ressaltar que se a sua suspensão for de embuchamento, a troca das mangas implica, na grande maioria das vezes, na necessidade da troca do embuchamento da suspensão. Ainda existem diversas oficinas que fazem esse tipo de trabalho.
Se a sua ideia é apenas fazer um upgrade de freios a tambor para disco em uma suspensão de embuchamento e não pretende perder a altura original (eu particularmente prefiro a altura original), você pode instalar mangas dessas e usar amortecedores que lhe permitam a regulagem de altura.
Veja:

 

4 comentários:

  1. Nem preciso dizer que sou assíduo do canal do Tonella. hehehe
    Mas quando vi esse vídeo fiquei um pouco decepcionado, porque ali ficou claro que com mangas rebaixadas, não é possível usar rodas 14'' que é oque eu pretendo no Fusca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu costumo dizer que a relação de inscritos com o Tonella é mais ou menos assim: A internet é o bairro, o canal dele é a roda de vizinhos e ele com a Bianca são os donos da casa onde se faz o churrasco e enquanto se come a carne, se joga conversa fora...hehehe Já é de praxe acompanhá-lo as terças, quintas e domingos!
      Quanto às rodas 14, infelizmente existe essa limitação. No entanto, lá no Fuscanet (eu fui ler lá antes de escrever o post) no anúncio das mangas para embuchamento e disco diz que para se usar rodas 14 (de Brasilia ou quaisquer outras) precisaria de uma adaptação, que eu nem imagino qual seja.
      Se você achar a solução, conta aí...hehehe

      Excluir
  2. Mas pelo que o Tonella disse, não existe a possibilidade de se colocar freios a disco na suspensão de embuchamento sem rebaixar o Fusca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade esse vídeo das mangas é bem antigo. Depois disso, já tem gente vendendo um par de mangas deslocadas para freio a disco e suspensão de embuchamento. o próprio Tonella fez a montagem dessas mangas em um dos seus Fuscas há alguns meses.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!