terça-feira, 20 de setembro de 2016

Uma voltinha rápida com um Fusca muito simpático

Quando eu me deparei com esse vídeo, não tive dúvidas que o postaria assim que fosse possível.
Há algum tempo atrás, eu trouxe para vocês um vídeo do Fusca 1979 do Leandro Coelho, um belíssimo exemplar que era mostrado em alguns minutos em virtude de sua integridade e também para mostrar o serviço de retífica de motor que houvera sido feito naquela época. Não faz muito tempo, esse post está nos marcadores dos vídeos.
Algo que eu sempre costumo dizer por aqui é do poder que qualquer carro antigo carrega consigo, que é de trazer um passado distante todas as vezes que admiramos um modelo ou até mesmo quando andamos com ele. Esse Fusquinha super simpático é mais uma prova viva de que qualquer clássico tem esse poder de envolver o dono e todos ali próximos de observar como eram os meios de transportes da respectiva época em que foi fabricado.
Esse carro em especial me agrada bastante, isso desde a primeira vez que tive a oportunidade de vê-lo pelo Youtube. Todo esse visual presente nos Fuscas 1300 e também nos exemplares dos anos 60 de maneira geral me encanta, que é aquela impressão de Fusca "comportado", com a simplicidade capaz de oferecer somente tudo aquilo que é necessário para se passear em um Fusquinha. Além disso, o motor 1300 que, ainda que não seja o mais rápido ou potente, nos mostra que um Fusca desse estilo foi fabricado exatamente para curtirmos o passeio.
O carro é muito inteiro e vale a pena "entrar virtualmente" nesse carro para dar essa volta rápida.
Veja:

 

6 comentários:

  1. Show de bola esse Fusca, aliás, comentei na página do You Tube desse vídeo que em 1979 era raro encontrar um Fusca com o ar quente opcional, ainda mais num modelo standard como esse, pois na época estava correndo a notícia que o ar quente do Fusca intoxicava os motoristas com o gás do escapanmento, pois o cano de escapamento dentro da mufla oxidava, furava e ai o ar do escapamento se misturava com o ar quente da mufla e ia para dentro do carro, por isso muitos naquela época nem queriam saber de Fuscas com esse acessório.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na realidade hoje em dia mesmo é difícil ver um Fusquinha que ainda tenha o sistema fisicamente e/ou até funcionando. O Fusca do Carlos, comemorativo ao post de número 400, tem o sistema e funciona. Eu cheguei a ver no carro, na época.

      Excluir
  2. Eu também cheguei a ver um sistema de ar quente funcionando num Fuscão amarelo colonial, parece ser ótimo, mas o "nosso" clima corrói as tubulações do ar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Além do nosso clima (nada propício para usar o ar quente) contribuir, a idade dos carrinhos muitas vezes também é um fator para corrosão dessas peças.

      Excluir
  3. O ar quente no fusca realmente não se pode confiar, mas felizmente consegui deixar o meu funcionando para mostrar que o fusca já teve esse opcional em todas as versões.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bacana manter o sistema funcionando por causa de toda a história dos Fusquinhas. Seu carro é uma lenda viva!

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!