sexta-feira, 23 de setembro de 2016

Revestindo o painel do Fusca com couro

Não, eu não me esqueci dos amigos que acessam o blog todos os dias. Ontem meu dia foi tão corrido e complicado que nem tempo para postar tive. No entanto, trago hoje para vocês um conteúdo bem diferente daquilo que geralmente trago.
Todas as vezes que eu mostro o Classe A para alguém, uma das primeiras coisas que a pessoa observa são os bancos de couro. Bancos e outros acabamentos internos revestidos com esse tecido tão bonito (independente da cor) sempre chamam a atenção pelo seu requinte e elegância.
Por diversas vezes aqui eu disse algo que, com certeza, tem sido uma grande realidade para muitos internautas: A cada dia, eu substituo, cada vez mais, a televisão comum pelo Youtube. E isso se deve à um motivo muito simples: No Youtube se escolhe tudo aquilo que se quer ver e diversos canais tem, a cada dia, se superado na produção dos conteúdos e vídeos postados.
Um dos canais que eu tenho uma grande honra de seguir é o do tapeceiro Jean Pierre. O relativamente jovem Youtuber que antigamente fabricava, na grande maioria dos seus serviços, selas para cavalos, resolveu inovar trazendo inúmeras novidades no ramo dos revestimentos automotivos. Aliás, já fica aqui a minha recomendação para que você, meu amigo, se inscreva no canal dele.
O vídeo que aparece ao final do post, como disse, é do canal do Jean. Nele, ele mostra uma modificação estética que ele fez no seu Fusca 1973 (quanto ao debate do volante, o original é o modelo "cálice", mas nada que inferiorize o carro, o importante é o clássico ter personalidade), que foi o revestimento do painel em couro. Durante os minutos de vídeo, o Jean ensina como você pode aplicar e cortar o couro. O bacana é que dá para você fazer em casa e revestir na cor que quiser.
Eu vejo esse revestimento como uma ótima alternativa para os amigos que tem o painel do Fusca preto (como em parte dos anos 70 e 80) e não pretendem manter mais aquele revestimento em plástico original.
O serviço é de primeira linha e fala totalmente por si. Com certeza esse revestimento disputa no meu gosto com o painel na cor do carro e também no painel dos Fuscão revestidos com a imitação de jacarandá.
O bacana também é que a ideia pode ser copiada em qualquer carro, principalmente nos clássicos que tem o painel na cor da lataria.
Veja:


 

6 comentários:

  1. Adorei o artigo , muito legal seu blog , e muito obrigado pela divulgaçao ! Ass jean pierre .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu tendo os modelos standard como um de meus favoritos, prefiro o painel na lata, como é de costume, mas num 1300 L esse painel fica show e quase nem dá pra notar a diferença em relação a capa plástica desse modelo, mas o que mais me impressionou é que em nenhum momento o colega ai em cima usou soprador térmico para esticar o couro, tudo foi feito "nos dedos".

      Excluir
    2. Exatamente, Daniel. Eu curto muito o painel na lata principalmente nos modelos dos anos 60. A técnica de se ajustar tudo nos dedos e com poucas ferramentas é bem ao estilo dos tapeceiros "das antigas", embora um soprador térmico (está aí uma invenção que eu acho fantástica) ajude muito no trabalho.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!