quarta-feira, 21 de setembro de 2016

A miniatura de um brinquedo de gente grande

Não, esse post não é sobre o mini Fusca fabricado pela Fapinha que falamos há alguns dias, e o título é exatamente esse que vocês leram.
Como vocês sabem, de vez em quando uma das coisas que eu gosto bastante de postar são propagandas de época. Nesses quase cinco anos de blog eu já tive a oportunidade de postar diversos tipos de propagandas que abrangessem o mundo dos Fuscas e dos carros antigos: Por diversas vezes, eu postei propagandas antigas do Fusca, dos seus derivados, de alguns outros modelos e até mesmo de peças e acessórios. Esse tipo de conteúdo nos faz voltar no tempo com uma enorme facilidade.
Quando eu me deparei com essa propaganda que trago para vocês hoje, minha infância me veio logo a cabeça. Desde pequeno, eu sempre colecionei miniaturas e hoje, depois de anos, não é diferente. Eu me lembro que quando muito pequeno eu ganhei uma miniatura de um Fusca 1955 de um amigo do meu pai. Aquele carrinho "sofreu" muito nas minhas brincadeiras, mas é guardado até hoje com muito carinho e apreço.
A propaganda que aparece ao final do post era de um brinquedo da fábrica Estrela (sim, possivelmente você vai se lembrar de algum brinquedo dela que você teve na infância), que aliás existe até hoje. Na época em que essa propaganda foi veiculada, um dos produtos oferecidos pela Estrela era o "Volks Bate a Volta" que eram miniaturas do Fusquinha vindas quatro combinações diferentes de cores e aplicações, como se pode ver na foto.
Com certeza nessa propaganda nós temos a miniatura de um brinquedo de gente grande, visto que todo carro antigo nos proporciona alegrias semelhantes às de crianças em dia de Natal.
Veja:

 

4 comentários:

  1. Esse também é da minha infância, mas como na época esses carrinhos a pilha eram caros, minha mãe não podia dar um pra mim.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até hoje o preço de muitas miniaturas é impraticável, infelizmente...

      Excluir
    2. E dessa hoje então, mais ainda.

      Excluir
    3. Exatamente! Há alguns anos atrás eu estava pretendendo importar uma miniatura que achei no exterior. Ainda que o preço praticado lá sempre será inferior que o daqui, o custo ainda era muito alto...

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo!