segunda-feira, 30 de maio de 2016

Vídeo: Instalação de farol de milha/neblina Fusca e muitos outros carros

Eu sempre costumo dizer aqui que o que diferencia um Fusquinha do outro é a sua personalidade. Os VW a ar (assim como vários outros antigos) são tão versáteis que nos permitem uma variação praticamente infinita de combinação de acessórios.
Rodas de liga leve, tala larga, teto solar, uma modificação na suspensão, uma troca de escapamento, a adição de um friso (ou a retirada dele), a colocação de uma calota cromada, bancos diferentes, botões do painel diferentes, enfim, é possível se montar um Fusquinha hoje em dia com total liberdade de se instalar o que quiser.
Além de todos esses acessórios que falei aqui, existe um em especial que é muito utilizado pelos Fusqueiros e que na minha opinião fica muito bonito esteticamente que são os faróis auxiliares. E é exatamente deles que falaremos hoje.
Muita gente tem dúvidas quanto a instalação desse componente e principalmente quanto a dúvida de distinguir farol de neblina e farol de milha. Para isso, o Paulo Fernando, Youtuber e eletricista automotivo postou um vídeo em seu canal muito proveitoso, assim como todo o seu conteúdo. A ligação que ele ensinou é universal e é válida principalmente para quem não tem o sistema de faróis auxiliares (sejam ele neblina ou milha) no carro. Ele é válido para um Fusquinha, para o Gol BX que ele tem ou para qualquer carro que se enquadre nesta forma de instalação.
Assistindo ao vídeo que postarei abaixo, resolvi procurar algumas variações funcionais da ligação que o Paulo (um dos cariocas mais simpáticos do Youtube...hehehe) mostrou no vídeo afim de mostrar para você todas as possibilidades possíveis e mais simples de se ligar um farol auxiliar no seu carro.
O que você vai precisar:
Faróis auxiliares (obviamente)
Um relê de 4 pinos, como o mostrado no vídeo
Um porta fusíveis
Os conectores e os fios necessários

O Paulo explica melhor no vídeo. Veja:


                                                                         
Como você já viu, é fácil ligar faróis auxiliares no seu clássico e com poucas ferramentas você pode fazer em casa, que é o mais gostoso. Abaixo vou postar umas fotos roubartilhadas do Google afim de deixar o post ainda mais completo, visto que o vídeo do Paulo é muito bom.

 Esta ligação é para você que quer que um dos parâmetros para que seus auxiliares acendam seja alguma iluminação original do carro (lanterna, farol baixo ou algo do gênero). Ou seja, você mantendo o botão acionado, assim que você acender os faróis o relê automaticamente será atracado e seus faróis acenderão.


Este daqui é exatamente igual ao que o Paulo Fernando mostrou. O sistema é totalmente separado do chicote elétrico do carro e os faróis só permanecem ligados quando o botão estiver acionado.

Este daqui eu peguei de uma miniatura do Youtube. Ele é válido para você que quer que seus faróis auxiliares acendam juntamente com a iluminação original do carro. Este é meu caso: No Classe A eu instalei faróis de milha e eles acendem junto com a neblina original, existente no farol. Uma alternativa nessa ligação é aterrar o pino 86 (negativo do relê).

Outra observação importante: Independente da ligação que for feita, sempre a faça com capricho e utilize um porta fusíveis após o positivo da bateria afim de proteger a sua instalação. Caso você for instalar lâmpadas com potência acima de 55W, possivelmente dois relês serão necessários, assim como uma possível mudança na bitola dos fios, amperagem do fusível no início do circuito como outras coisas.
Espero que este post ajude você que pretende instalar um acessório desse no seu carro!
Tem alguma sugestão ou correção neste post? Comente, toda troca de informação é válida!

2 comentários:

Seu comentário é muito bem vindo!